Bagunça doméstica pode causar estresse e ansiedade; veja como evitar @ 01 Aug 2018

Alguma vez você já chegou em casa, olhou ao redor e sentiu como se a bagunça tivesse criado vida própria e se expandido pelos cômodos? Na rotina corrida que boa parte das pessoas vivem hoje, é quase impossível ter tempo para dedicar a uma boa arrumação. E, por mais que pareça bobagem, um lar bem arrumado está mais ligado à qualidade de vida do que você imagina. Pra te ajudar, o CORREIO conversou com especialistas e separou dicas para deixar sua casa organizada e você possa se livrar da temida bagunça.

Estudos apontam que uma casa desorganizada pode afetar a saúde dos seus moradores. Isso ocorre porque o aspecto da desordem no ambiente doméstico pode provocar estresse e ansiedade, dentre outros problemas. Segundo a Personal Organizer, Mirella Guedes, o primeiro passo para solucionar o problema da bagunça é encarar a arrumação como um estilo de vida e desenvolver o hábito de arrumar. “A bagunça é resultado da falta de soluções práticas no dia-a-dia. É preciso observar as pistas que ela mostra para descobrir onde precisa solucionar. Organização é um hábito. Por isso, tente não desarrumar, determinando um lugar para guardar cada coisa”.

Já Ivea Ferreira, que também atua como Personal Organizer, busca desmistificar a ideia de que bagunça é puro descuido. Pois, segundo ela, ao contrário do que se pensa, a rotina acaba interferindo na organização, fazendo com que a pessoa não perceba o acúmulo dessa desarrumação. Para ela, a melhor forma de combater o acúmulo, é se desfazendo daqueles objetos que há muito tempo perderam a função e só estão ali ocupando espaço. “Bagunça é algo que remete a excesso. É comum no meu dia a dia visitar clientes que têm muitos objetos alojados no mesmo espaço. Por mais que você tente colocar ordem em uma situação como essa, é difícil. Por isso é importante desapegar do que não é necessário”, afirma.

Para ajudar a definir o que é essencial na sua casa, Ivea cita a estratégia da ‘guru’ da arrumação, a japonesa Marie Kondo. “Armazenar coisas que ganhamos ou compramos, mesmo que com o tempo elas percam o uso, é algo cultural para nós. Às vezes fazemos sem sentir, então uma forma de tratar isso é analisando se aquele item nos traz felicidade”, explica. Ela sugere que, se ao final da análise, chegarmos à conclusão de que aquele item não fará falta, ele já pode se tornar um volume a menos em meio à bagunça.

Ordem na Casa

Ivea explica que, mesmo com o esforço de arrumar a casa, se os cômodos ainda preservam um aspecto bagunçado, pode ser que o morador esteja fazendo a arrumação da maneira errada. “A forma de dobrar uma roupa, alojar os calçados ou alinhar as vasilhas pode contribuir numa aparência de bagunça para o ambiente. É possível separar os itens usando caixas e outros equipamentos para dar essa ideia de harmonia na arrumação”.

Para auxiliar a criação do hábito de organização constante, é possível usar uma variedade de equipamentos e peças práticas e fáceis de encontrar, por preços bem acessíveis. “Sempre recomendo o uso de acessórios que ajudam a manter tudo em ordem, como caixas com tampas, cestos, cabides padronizados, colmeias para gavetas, ganchos, suportes diversos. Tudo depende do que precisa ser organizado, da quantidade de itens e do tamanho dos espaços”.

Mantenha sua casa em ordem

Seleção Análise todos os itens da casa e separe aquilo que é essencial do descartável. O hábito também vale para a aquisição de objetos desnecessários, que acabarão apenas ocupando espaço em casa.

Hábito Em vez de deixar a bagunça crescer para tomar uma atitude, evite o acúmulo desde o início. Defina locais específicos para guardar as coisas e mantenha a disciplina no dia a dia. “Se ao chegar da escola as crianças sempre deixam as mochilas pelo chão, que tal usar ganchos na parede para pendurá-las?”, sugere Mirella Guedes.

Ferramentas Para ajudar a cultivar o hábito de organizar a casa regularmente, itens práticos e baratos podem ser adotados, como caixas com tampas, cestos, cabides padronizados, colmeias para gavetas, ganchos, suportes diversos, divisores de prateleiras, potes de vidros e organizadores de gaveta.

Victor Lahiri (Via Rede Nordeste)
Multiclinic - https://www.multiclinic.com.br